quarta-feira, 5 de julho de 2017

GAROTO MORRE AO LEVAR SEIS TIROS NA PORTA DE CASA.

   Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um garoto de apenas 12 anos foi assassinado com 6 tiros diante de várias pessoas que estavam na rua, no bairro do Castanheira, em Belém. A barbárie ocorreu na noite da última segunda-feira (3), quando homens em uma motocicleta chegaram atirando a esmo contra todo mundo. Nessa hora, várias pessoas se divertiam após a transmissão do jogo entre Clube do Remo e Sampaio Corrêa, pela série C do Brasileirão 2017.

O ataque ocorreu por volta das 23h30. Moradores ainda estavam na estreita passagem quando surgiram 2 homens em uma motocicleta. Usavam capacetes. A dupla de imediato começou a atirar para todos os lados, em direção das pessoas.

A criança, para se salvar, tentou correr e foi cruelmente assassinada. “Quando eles foram passar a primeira lombada, ele (vítima) atravessou correndo para fugir, mas foram atrás dele. Não dá para entender isso, era um menino que vivia para estudar, brincar, não bebia, não fumava”, disse a tia do garoto, que terá a identidade preservada.

O menino levou 6 tiros, sendo 2 na cabeça. Ficou caído ao lado da porta da casa da avó. Uma vizinha, segundo moradores, também foi atingida de raspão e não corre risco de vida. Na rua, as marcas da violência foram deixada. Nas paredes de 2 casas ficaram as marcas dos tiros. O tiroteio aconteceu em uma área de 100 metros até que os assassinos fugiram saindo pelo KM 0 da rodovia Augusto Montenegro.

Enquanto a vizinhança e familiares aguardavam a chegada do corpo, que estava no Instituto Médico Legal (IML), os moradores ainda permaneciam na rua, tentando entender o que poderia ter motivado o assassinato a sangue-frio. Em tempos de férias escolares, depois da tragédia todas as crianças foram mantidas dentro de suas casas, pelos pais.

“A gente não tem mais liberdade de ir e vir. Nossos filhos não podem mais brincar na rua, vão viver presos. É isso o que eles querem (bandidos)? Criança tem que brincar, tomar ar e não viver numa imundice (situação) dessas”, lamentou um morador do bairro Castanheira, que não quis se identificar. O caso deverá ser investigado por policiais civis da Divisão de Homicídios.

Vítima iria viajar ontem, para passar férias em Curitiba (PR)

O menino cursava a 7ª série do ensino fundamental e era morador do bairro do Aurá, em Ananindeua, Região Metropolitana. Ele estava em Belém, na casa da avó, há 2 dias, no bairro do Castanheira. Ambos estavam se preparando para passar férias em Curitiba (PR).

A viagem deveria ocorrer na tarde de ontem (4), após o meio-dia, mas os sonhos do menino foram bruscamente interrompidos. “Ele iria passar as férias lá, estava muito empolgado, falava nessa viagem toda hora. Seria uma coisa nova para ele, já que iria pela primeira vez a Curitiba. Tinha comprado roupas novas para poder passear”, lembrou a tia do garoto.

Com informações​ de Emily Beckman do Diário do Pará.


Fonte: Blog do Waldemir Santos

0 comentários:

Postar um comentário